1 10 2011
tenho o pé entalado
no ferro do balcão
o coração, gelado
do berro calado
 
eram dores tão fáceis de parar
e o tempo não pára
mas dói
a arrancar
 
tenho o joelho esfolado
e a mão, também
uma parede por escalar
e um futuro de ninguém
Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: