14 08 2011

 

quando eu ficava com a luz, algures. pensava rapidamente naquilo que queria ver e guardar, e ali estava, quase sempre perfeito, sempre a consumir as horas em pequenos espaços, a contentar-me com o mundo, ainda que, vergonhosamente, não fizesse nada por ele.

Anúncios

Acções

Informação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s




%d bloggers like this: