3 06 2011

as coisas que eu disse, para a dor não falar mais alto que eu. penso que, o que me salvou, e o que te fez pensar que eu realmente não percebia nada daquilo, foi o volume da minha voz. inversamente proporcional àquilo que entendia, mas num entender de fazer meu. aquele entender único que existe quando se lhe junta uma espécie de solidariedade de experiência feita.

para caber no teu coração, e bem, tenho que mingar. para caber no meu, também.

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: