5 01 2011

inclino a cabeça à mesa com as horas e condescendente faço-as ver que são anos. estão enganadas, elas são anos. e acendem as luzes todas de casa, da rua, do céu, do mar, e não percebem que além de anos querem ser anos-luz. indignam-se, a dizerem que sabem perfeitamente quanto duram e rejeitam responsabilidades no ar que as enche, na velocidade do sangue, nas roupas vestidas e despidas delas.

vou explicar porque espero mesmo mais um segundo que entendam, e depois desisto. o segundo foi a primeira coisa necessária para já serem, irremediavelmente, anos luz só mitigados pela escuridão ao vento.

Anúncios

Acções

Information

One response

8 01 2011
conceição

afinal há estrelas mesmo a anos luz…. e a tua estrelinha está aí a brilhar para ti. aproveita.
beijo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: