.O Tempo

12 09 2008

que o tempo tem. A correr para passar tão levemente sobre olhos e cabelos e suor debaixo de terra. E nós aqui cheios de ar a queixarmo-nos do vento. As pedras a rirem-se de nós, das nossas faces frágeis e vozes fortes, dos ossos que se despedem delas demasiado tarde quando elas já nos disseram adeus ao pôr do sol.

 

(Braga)

Anúncios

Acções

Information

One response

13 09 2008
lu

e só dizes agora?;)
:)****

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: